13 / 09 / 2017

Qual O Tempo Que Você Está Vivendo

QUAL É O TEMPO QUE ESTAMOS VIVENDO ?

Vamos pensar melhor em como administrar o nosso tempo e vivermos sem o medo e a ansiedade que nos aprisiona diariamente ?

Quando eu digo, sem ansiedade, é aquele tipo de ansiedade que vem por conta dos nossos pensamentos em que nos questionamos: “Estou dando prioridade as coisas importantes da minha vida e focando meu tempo em realizar hoje e agora aquilo que me trará um resultado no final do dia pacífico para o meu coração e minha mente?

Esse é um questionamento comum que diariamente fazemos, acerca do tempo.

Agora eu te pergunto : “ Você está dando prioridade e criando oportunidades, para que as coisas que são importantes em sua vida, aconteçam dentro do tempo planejado ?

Pense nessa pergunta ao longo dessa leitura….

Quantas vezes finalizamos o nosso dia, e ao contrario de ter um coração e uma mente em paz, temos um coração angustiado e uma mente atribulada, que muitas vezes se torna nossa inimiga, nos acusando a respeito, do que temos feito com o nosso seu tempo!

Esse coração angustiado e essa mente atribulada, nada mais é do que falamos agora pouco, é ansiedade e medo do tempo que está passando, aliás voando, expressão corriqueira utilizada para atribuir aos nossos dias de vida, que tem passado voando….

Mas, eu quero te dizer uma coisa, aliás eu desejo te dar um alimento, quem está contido na palavra de Deus, no livro de Eclesiastes 3 diz assim:

“ Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;

Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;

Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;

Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.”  

Sabe aquela pergunta que eu te fiz no início desse texto, chegou a hora de você dar uma resposta sincera a si mesmo, pois Deus tem um tempo determinado para cada coisa em nossas vidas. Será que você está vivendo um tempo de choro, quando na verdade o tempo que Deus tem para você é de rir ?

Será que você não está deixando ser influenciado por lembranças negativas, que tem feito você chorar, quando na verdade Deus tem te proporcionado tantas alegrias, o dom da vida! Tudo se torna mais pesado quando executamos as coisas fora do tempo determinado por Deus, porque você muitas vezes tem abraçado tantas situações, tão pesadas, achando que dessa forma irá resolver, ajudar, e no entanto nada se resolve e a cada dia se torna mais pesado, e ai caímos naquele final do dia sabe ? Onde você se questiona a respeito do que você tem feito do seu tempo.

Agora pare um pouquinho e analise, eu sei que não é fácil identificar o tempo em que estamos vivendo, seria tão bom se isso acontecesse não é mesmo ? Por isso Deus nos deu uma bússula, um orientação, que vem através da palavra Dele, que diz assim: “ o amanhã a Deus pertence”;  Por que nos preocupar tanto em dar conta de todas as coisas ao mesmo tempo ? Pensando em como será o amanhã, tentando carregar, abraçar, fazer e acontecer tudo dentro de um dia só ? Mais uma vez eu te digo, há tempo e propósito para todas as coisas.

Eu te convido para viver o hoje, o agora, e descansar o amanhã nas mãos daquele que tem o poder para fazer, desfazer e refazer tudo aquilo que você tem pensado.

Começa a focar no seu tempo que se chama hoje, estabeleça metas, trace objetivos, crie um planejamento do seu dia, e peça para Deus te iluminar nessa jornada chamada vida, onde não temos tempo a perder.

O que você fez até agora ? Começa a colocar em prática os seus planos, sinta e tente identificar o tempo em que você está vivendo, mas uma coisa eu te falo…. uns dos maiores termômetros que temos nessa vida é o nosso coração, se ele está verdadeiramente em paz, é porque temos vivido o tempo determinado por Deus!

 

Texto: Malu Botte e Sarah Botte

Acerca desse tema, compartilho com vocês esse vídeo:

 

Comente pelo Facebook:

24 / 06 / 2017

Você Não Está Sozinho

Não sei se você já se perguntou o que tem feito com a própria vida. Se tem lutado pelos seus sonhos e defendido as suas ideias e valores mais preciosos com gana de herói. Se as suas escolhas realmente têm refletido quem você verdadeiramente é, o que quer, o que pensa, no que acredita, aonde quer chegar. Se tem motivos para se sentir feliz e realizado, se faria tudo de novo, se gostaria de voltar no tempo e fazer diferente… Não sei.

É fim de ano e, de repente, a gente começa a pensar naquelas coisas que geralmente não pensa, consegue entender? É como se a gente fosse levando, levando, levando e, quando se dá conta, o tempo passou tão rápido que mal pudemos perceber. E aí, será que nessa levada louca não esquecemos coisas importantes pelo caminho?

Dizem que as coisas mais lindas e verdadeiras são também as mais simples. Uma palavra de fé, esperança e incentivo na hora da dor, da dúvida ou do medo. Um abraço apertado que acalenta, liberta e conforta. Olhos que te olham, que te enxergam, que te dizem sim. Alguém que simplesmente se importa. A presença mesmo na ausência. A sensação de que você está em casa, simplesmente em casa, seja lá onde realmente você estiver.

A vida é labirinto, já reparou? Um caminho cheio de curvas, barrancos, estacas, derrapadas. Uma estrada cheia de setas malucas que apontam para aqui e para ali. Um espaço sagrado de tentativa e erro, tentativa e acerto, tentativa e erro de novo, tentativa e acerto de novo. Aprendizados. Recomeços. Buscas internas. Escolhas. Renúncias. Paciência. Perdão.

Nesse caminhar às vezes tão solitário, nessa trajetória tão única e particular, vale a pena se perguntar o quanto valeu a pena. O quanto tem valido a pena. E olhar para o lado. Abrir a janela. Aprender com o outro. Sonhar com o outro. Sorrir para o outro. Celebrar pelo outro. Sentir compaixão. Viver com-paixão. E agradecer.

Agradecer pelo bom e pelo ruim. Pelos sins e pelos nãos. Por todas as suas vitórias. Pelas vezes em que você fracassou. Pelas pessoas que, com tanta sabedoria e generosidade, o Universo colocou no seu caminho só para que você pudesse crescer, aprender e evoluir. Com elas. Por elas. Apesar delas.

Pelas pedras no caminho. Pelos momentos de dor e pesar. Pelos pequenos grandes milagres. Por todas as vezes em que você fez alguém sorrir. Por todas as vezes em que você estendeu a mão, espalhou esperança e amor, foi de verdade, foi de corpo, alma e coração. Foi simplesmente você.

Gratidão. E é essa a palavra que, todos os dias, nos faz recordar o real sentido da vida: saber que, apesar dos pesares, das escolhas, das renúncias, dos erros, dos acertos, dos tropeços e das pequenas vitórias e derrotas de cada dia, você não está sozinho.

Sim. É certo que a escolha é sua. Que a vida é sua. Que da sua trajetória, quem sabe é você. Mas é sempre bom ouvir um “conte comigo”, não é mesmo?

Porque você não está sozinho. Porque existe quem realmente se importa. Quem realmente te ama. Quem realmente está pra você e com você. Hoje. Agora. Sempre.

Não sei se você já se perguntou o que tem feito com a própria vida, mas, se quer um conselho: chegou a hora.

A vida passa rápido demais. No final de tudo, você certamente vai se perguntar se esteve para o outro, se fez a diferença na vida do outro, se estava ali com presença efetiva, coração aberto, compaixão. No final de tudo, você certamente vai se perguntar se viveu, se amou, se foi importante no mundo de alguém.

Não deixe a dádiva de viver para um final que você nem sabe quando será. Recomece agora. Faça o que tiver que fazer agora. E, e for pra pedir ajuda, peça. Pedir ajuda não é sinal de fraqueza, muito pelo contrário. O mundo carece de gente que reconhece o valor da humildade e abraça a vulnerabilidade sem medo do que os outros vão pensar ou falar a respeito. Seja humilde. Não precisa carregar o peso do mundo nas costas. Aprenda a dividir também.

Vai lá. Faça valer a pena.

Estamos todos num mesmo barco.

Rema.

Nada mais triste do que passar pela vida e não viver.

 

Fonte:

Comente pelo Facebook:

Universo das Amigas - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017

%d blogueiros gostam disto: